6.1.09

Névoa

"Devíamos morrer de desespero, quando descobrimos que o que tínhamos tomado por alvo dos nossos pensamentos, dos nossos desejos, dos nossos sonhos, não existe, ou não é mais do que um nevoeiro a que a distância empresta formas fantásticas".

Paolo Mantegazza

7 comentários:

A Luz A Sombra disse...

É uma maneira de ver Marisa.
Há tantas maneira de ver.
Eu gosto da nevoa, e das formas fantásticas que cria.
Estas fotografias são lindas e mais ainda porque criam um mistério de que gosto.
Gosto do misterioso.
Abraço
A Luz A Sombra

nádia disse...

adorei as fotos e a perfeita sintonia que existe entre estas e o texto... parabéns!!

nádia disse...

adorei as fotos e a perfeita sintonia que existe entre estas e o texto... parabéns!!

Cila disse...

Lindas imagens!

Beijo

Metamorfose disse...

Excelentes imagens, apesar de gostar muito de luz, o nevoeiro atrai-me, uma envolvência de cinzas. Bom 2009!!!

Nuno Botelho disse...

Um excelente conjunto de fotos

Adrian LaRoque disse...

No emprestar dessas formas fantásticas dissipa-se o nevoeiro; o que parece não existir passa a ser realidade; o desepero só acontece ao cegos da alma.

Adrian LaRoque