14.10.08

Dois Lados...


"Não nos libertamos de um hábito, atirando-o pela janela; é preciso fazê-lo descer a escada, degrau a degrau"

Mark Twain

Janela com um pequeno terraço com duas vistas, parte integrante do Palácio do Buçaco

"O Palácio Real, último legado dos Reis de Portugal situado na Mata do Buçaco (Luso, concelho da Mealhada), é um conjunto arquitectónico, botânico e paisagístico único na Europa onde está instalado actualmente o Palace Hotel do Buçaco, categorizado como um dos mais belos e históricos hotéis do mundo. Foi classificado como Imóvel de Interesse Público em 1996.

Situado como que magicamente no interior da Mata Nacional do Buçaco assemelha-se a uma Torre de Belém (Lisboa) rodeada de um extenso oceano verde, uma floresta mágica onde se encontram igualmente capelas, fontes, miradouros, uma Via Sacra e um Convento.

O edifício do actual hotel, em estilo neo-manuelino, está decorado com painéis de azulejos, frescos e quadros alusivos à Epopeia dos Descobrimentos portugueses, todos eles assinados por alguns dos grandes mestres das artes.

O edifício, projectado no último quartel do século XIX pelo arquitecto italiano Luigi Manini, cenógrafo do Teatro Nacional de São Carlos, em Lisboa, contou também com intervenções, em diferentes fases, dos arquitectos Nicola Bigaglia, Manuel Joaquim Norte Júnior e José Alexandre Soares.

A estrutura exibe perfis da Torre de Belém lavrados em pedra de Ançã, motivos do claustro do Mosteiro dos Jerónimos (Lisboa), alguns arabescos e florescências do Convento de Cristo (Tomar), alegando um gótico florido com episódios românticos em contraste com uma áustera severidade monacal."

Texto retirado do site:

4 comentários:

Maria, Simplesmente disse...

Bela fotografia Marisa, e bela ideia da transcrição do texto.
Gosto de encontrar por aqui quem, sem ser por "conveniência" gosta de ver o meu trabalho, ou por outra, as minhas tentativas de melhorar.
Aquela fotografia da coluna, eu que tanta vez ando por ali, e tanta vez tenho fotografado aquela ponte aerea sobre o combóio, foi a primeira vez que a vi. Prova a importância que tem a hora quando olhamos um oblecto.
Obrigada
Bj
Maria

Maria, Simplesmente disse...

Ainda volto para dizer o seguinte, sobre a mesma fotografia, são sombras das escadas metálicas sobre a coluna.
Bj
Maria

Fernando Rodrigues disse...

Ficou fantastica esta fotografia Marisa
bjito

fernando

Tanita disse...

Sempre que aqui passo, deslumbro-me com os teus "retratos da realidade"... Tens fotos maravilhosas, um talento inesgotável...

Nunca percas esse dom...

Beijinho