21.9.08

O Tempo



"Um dos diversos instrumentos que o homem concebeu para medir o tempo foi a ampulheta. Também conhecido por relógio de areia, a sua invenção é atribuída a um monge de Chartres, de nome Luitprand que viveu no século VIII"

in http://www.museutec.org.br/previewmuseologico/a_ampulheta.htm

Somos escravos e contudo deslocamo-nos, Dormimos, comemos, entramos e saímos...conversamos, passeamos e convivemos socialmente, tudo obedecendo a certos rituais que nos inserem na sociedade, um desses rituais é o tempo, somos escravos dele.

Toda a rotina, toda a vivência de cada um de nós se rege pelo tempo, pelas horas, pelo que está instituído... Se o relógio diz que são horas de comer ou de deitar então é isso que temos de fazer ignorando assim que o nosso corpo necessita ou quer...

Substituímos a hora biológica dada pelo nosso corpo pela hora digital registada num pequeno aparelho que anda sempre agarrado ao nosso pulso...Vendemos a nossa liberdade...somos escravos do tempo mas contudo deslocamo-nos livremente.

By MC

3 comentários:

RS disse...

Olá,
É um erro sermos controlados pelo tempo, se fomos nós, humanos, que inventamos o tempo. O tempo é curto para tanto que há por fazer.
Beijo

O Profeta disse...

Olhos brilhantes maré tardia
Cabelos rebeldes em desalinho
Pés descalços no, frio barro
Um berlinde atirado ao caminho

Um bando de alegres pardais
Ou um domador de tempestades
Apenas um pássaro charlatão
Dividindo o pão em metades


Vem mergulhar com os Capitães do Calhau


Mágico beijo

Fernando Pinto disse...

Esta foto está fabulosa. Beijinhos